Vou ser mamãe

Vou ser mamãe

Lilypie 5th Birthday PicLilypie 5th Birthday Ticker
Lilypie 1st Birthday Ticker

Meu Perfil


Andrea Salomão

Eu estou virando a minha mãe.
Minha mãe fez reposição hormonal, e usa adesivos que sempre esquecia na pia do banheiro.
Eu odiava.
Hoje, faço igual, com meu anticoncepcional durex.
Minha mão tinha a pele bem firme, e eu gostava de puxar a pele da minha mãe, que desgrudava.
A pele de minha mão está ficando igual.
Eu brincava de maquiagem com minha mãe, e achava a maior dificuldade pois sua pálpebra tinha mais pele que a minha.
Ontem fui me maquiar.
Adivinhem.
Minhas pálpebras estão ficando iguais.

Tenho 34 anos, pele clara cabelos escuros.
Desde os 31 eu digo que tenho 31.
Todos sabem que é mentira, mas eu gosto de ter 31.
Apareceram uns 4 fios de cabelo branco.
Sei que isso é sorte.
Tenho amigas que têm muito mais.
Se ficar branco não quero pintar.

Engordei e estou com dificuldade para perder peso.
Estou com celulite na barriga.
Ontem fiz escova no cabelo e pintei minha unha de cor de melancia.
O Marcelo odiou a cor de meu esmalte.
Todos que viram a cor de meu esmalte odiaram.
Eu adorei.
Tomei 3 caipirinhas de saquê.
Tirei minha maquiagem antes de dormir.

Gostaria de ter estudado numa sala com alunos 1 ano mais novos.
Isso aconteceu na faculdade.
Eu sou um ano mais nova que minha idade real.

Meu olho direito é mais caído que o esquerdo.
Eu confundo direita e esquerda.
Mas o olho é o direito mesmo.

Eu nasci em Cruzeiro.
Morei em Santo André.
Morei em São José.
Morei em São Paulo.
Morei com meu Tio.
Ele já morreu.
Zé Cláudio
Sinto saudades.
Dele, de Tia Maria, Tio Marcílio, Tio Carlito, Ita
Maria, Sr. Munhoz
Saudades dos meus tios vivos.
Tia Zélia, Tereza, Therezinha, Maria Helena
Saudades de Carla Lira, de Fafá, Clarita.

Morei em república.
5 amigas
Clara Granja
Michele
Fafá
Maitee

Paulista.
Hospital Santa Catarina
Casa das Rosas
Beneficiência Portuguesa
Centro Espacial
Agatha

Vila Carioca
Shell
Moema
Billiton Metais
Centro empresarial
Longe, longe, muito longe.

Trabalhei em São Bernardo.
Cansei de chuva e inundação.
Me mudei para o Interior.
De moradia e de trabalho.

Morei com meus pais.
Bicicleta atropelou meu pai.
Coma.
Esqueci o nome do hospital.
Minha mãe fez ponte de safena.
Depois teve derrame.
Ficou com sequela.
Pio.
Esqueci o número romano do Pio.

Casei.
Com o amor de minha vida.
Conheci aos 14 anos.
Foi meu primeiro beijo.
A gente brigou.
Ficamos 12 anos longe.
A vida continuou.

1998, dezembro, a Grá perguntou:
Você acredita em alma gêmea?
Disse que sim, que era o Marcelo, mas não tinha dado certo.
Exatamente um mês depois, comecei a namorar o Marcelo.
Ele mesmo.
Marcelo de meus 14 anos.
Marcelo minha alma gêmea.
Marcelo que achei que não tinha dado certo.
Marcelo que é meu marido.
Pai de minha filhota.
Ascendência Sírio-Libanes.

Barriga.
Celina.
Amor maior do mundo.
Luz dos olhos.
Criança.

Tínhamos um caminhão.
Roubaram.
Perdemos tudo.

Abrimos um restaurante.
Idéia minha.
Escolhi o nome
Significa: amigos, sejam bem vindos.
Vivemos no sufoco.
Muitas dívidas.
Ele trabalha muito.
Está cansado.
Está feliz.

Minha vida.

Feliz.

.

Links
Clube do Bebê
E-Familynet
Planeta Bebê
Ligeiramente Grávida

Blogs Amigos



Meus arquivos


Contato:
Conte-me o que achou do meu blog

Site Meter

This page is powered by Blogger.

Terça-feira, Dezembro 30, 2008
Só o Fim
Camisa de Vênus

Se o chão abriu sob os seus pés
E a segurança, ela sumiu da faixa
Se as peças estão todas soltas
E nada mais encaixa
Oh, crianças isso é só o fim

Isso é só o fim
Isso é só o fim

Algo que você não identifica
Insiste em lhe atormentar
Você implora por proteção
Não sabe como vai acabar
Oh, crianças isso é só o fim

Isso é só o fim
Isso é só o fim

Esse calor insuportável
Não abranda o frio da alma
A vida já não é mais tão segura
E nada mais lhe acalma

Oh, crianças isso é só o fim
Isso é só o fim
Isso é só o fim

O que você não identifica
Insiste em lhe atormentar
Mas mesmo assim acordado
O pesadelo continua
Oh, senhoras isso é só o fim

Isso é só o fim
Isso é só o fim

Oh, senhores isso é só o fim
Isso é só o fim



Postado por: An 2:11 PM |
Sexta-feira, Dezembro 26, 2008
Qualquer dia destes vou fazer Matheus dormir pisando na balança. Acontece que tenho certeza de que quando ele dorme, fica mais pesado. Muitas vezes fiquei com ele em meu colo, ninando-o, sem enxergar seus olhinhos. De repente sinto um peso maior. Olho, e é ele que já dormiu. Muda um pouquinho, sim. Mas porque?
O que ocorre para ele ficar mais gordinho quando dorme?
E como ele dorme bem nestes dias de chuva fininha. Fica tão preguiçoso, tão gostoso. Dorme profundo, sorrindo para seus sonhos... Sem brigar, sem lutar, se entrega. É só deixá-lo ali no carrinho. Seus olhos vão baixando, vai entrando em alpha. E em minutos dorme, meu bebezinho.

Postado por: An 9:26 PM |
Quinta-feira, Dezembro 25, 2008
Ainda dá tempo...

Feliz Natal!


E o meu foi um Natal maravilhoso.
Matheus se comportou tão bem. Basicamente mamou e dormiu. Nos poucos momentos em que ficou acordado distribuiu sorrisos, mamou a mãozinha e fez o maior sucesso.
Ontem chegamos para a ceia umas 10 horas. Ele acordou, observou tudo e voltou a dormir no carrinho. Depois teve maratona carrinho - bebê conforto - carrinho, e ele nem tchuns. Continuou dormindo e só acordou mansinho as 7 horas. Mamou, dormiu e acordo somente as 10, berrando de fome.
Tudo bem tranquilo.
E Celina foi uma dama. Não deu trabalho nenhum. Nenhum mesmo, sabe. Só não quis comer muito, mas também nem insisti. Um dia só não faz mal...
Eu já me pesei e ganhei meio quilo. Humpf. Amanhã dieta já!

Que Deus abençoe a todos os meus leitores e suas famílias, trazendo paz, alegria, saúde e amor.
Afinal, é isso o que mais importa.

Postado por: An 9:40 PM |
Sexta-feira, Dezembro 19, 2008
Metas

No começo de 2008 escrevi algumas metas que gostaria de cumprir durante o ano. Algumas consegui cumprir, outras em partes e algumas nem cheguei perto.

Vejamos:

1. Passar protetor solar todos os dias.
Consegui! Isso foi algo que me acostumei tanto, que quando me esqueço sinto até falta.

2. Ter outro filho.
100% cumprido e com louvor!

3. Perder peso = 60 kg.
É, não deu... Mas estou chegando lá.

4. Comer frutas diariamente.
Comer, comer, não exatamente... Mas tomo suco natural todos os dias, como verduras e legumes também. As frutas, como umas 3 vezes por semana. Já está melhor, né?

5. Ler um livro por mês.
Vixi, que vergonha... Nem cheguei perto. Pode contar os livrinhos que li para Celina? Aí dá bem mais que um por mês. Mas não, li muito pouco este ano. Lamentável. Esta é uma meta que vai entrar para 2009, com certeza!

6. Ir à academia.
Yes! Frequentei a academia boa parte de 2008, inclusive enquanto grávida. Agora eu parei, mas estou correndo e pretendo voltar em janeiro. Não vai dar para freqüentar a academia depois que voltar a trabalhar, não enquanto o Matheus for pequenininho, mas vou me exercitar por conta própria.

7. Ir à missa.
Acho que cumpri 50%. Estava indo bem, até o Matheus nascer. Acho Igreja muito tumultuado para bebezinho, ainda mais que não apliquei a Meningetec e a Prevenar. Para o ano que vem voltaremos à missa, para a alegria de Celina que adora a missa das crianças...

8. Passar fio dental.
Cumpri. Tá certo que esta é outra grande vergonha, pois eu não passava. E odeio passar fio dental. Mas dizem que precisa, né? Pois é, comecei a passar diariamente, após longos anos sem este cuidado. E o resultado: um dente quebrado, três cáries e um quase canal. Antes do fio dental minha boca estava perfeitinha...

9. Economizar.
Hehehe. Não, ainda não foi esse ano que consegui economizar. Fica para 2009.

10. Me vestir melhor.
É, eu melhorei. Comprei roupas novas, comecei a me olhar mais no espelho, passei uma gestação elegante... Tá certo que esse final de ano eu regredi bastante. Afinal, fico muito em casa, uso só blusa com peito quase de fora, mas voltando a trabalhar prometo que vou ficar mais estilosa.

E 2009, o que vem lá? Estou aqui refletindo, para preparar uma nova lista. Alguns ítens vou tirar, pois já viraram um bom costume. Outros vou incluir novamente, como a leitura de um livro por mês, a ingestão de frutas, a ida a academia, ou pelo menos a prática de atividade física. E terei que pensar em novos itens. Um deles, será ser mais gentil. Principalmente no trânsito, dando passagem, não me enervando...
Vamos ver...
Depois de pronta, publico aqui.

Postado por: An 9:48 PM |
Domingo, Dezembro 14, 2008
Sexta-feira comecei a passar mal. Não sei se foi virose ou algo que comi, o fato é que estou desde então com diarréia e um mal estar bem desagradável. Para aumentar a confusão, Celina e Matheus estão resfriados. A Celina tudo bem, que não dá trabalho algum, mas o Matheus fica daquele jeito, enjoadinho, dormindo pouco, acordando muito à noite. Ontem à noite eu estava exausta. Pensando: o que eu fiz com minha vida?
Mas então me lembrei: os três meses são os piores.Está quase acabando...
Quando tive Celina, fiquei muito cansada nos 3 primeiros meses. Mas depois ficou tudo melhor, tão mais simples e mais fácil. Eu fiz questão de gravar em minha mente esta regrinha dos 3 primeiros meses, para que num próximo filho não saísse correndo quando a canseira apertasse. E sempre repeti este mantra, para todas as mães desesperadas.
Achei que como Matheus é muito bonzinho, eu não iria me cansar. Mas cansei. Não que seja culpa dele, que continua um anjo. Mas juntou tudo: nós todos doentes, poucas horas de sono e correria de final de ano.
Mas vai passar. Dia 7 de janeiro ele já completa 3 meses. E então tudo vai ficar melhor...

Postado por: An 9:49 AM |
Terça-feira, Dezembro 09, 2008
Férias
Meus dois filhos em casa. Celina entrou em férias na segunda. Sábado foi a apresentação de final de ano. É muito emocionante ver filhota dançando a coreografia, cantando, com a alegria estampada no olhar. Fomos depois para São José, mas voltei na segunda. Fico um pouco stressada, muita gente dando palpite, excesso de colinhos. O Matheus que é um bebê tão bonzinho acaba ficando mais difícil e irritado. Bebê irritado irrita a mãe, mãe irritada, bebê nervoso. Saí do ciclo e tudo voltou ao normal...
Hoje comecei minha programação especial para entreter Celina. Levei-a ao parque onde corro, na verdade fomos todos, para Celina poder brincar e eu conseguir correr. Ficamos lá por uma hora. Foi também a estreia do Matheus neste parque. Depois almoço corridinho no shopping, pois tinha dentista às 13h. Uma cárie que era pequininha acabou sendo enorme. Agora Celina está na varanda, em sua piscininha de bêbe, divertindo-se tanto quanto se estivesse num clube.
Como ser criança é tudo de bom, né?

Postado por: An 3:51 PM |
Terça-feira, Dezembro 02, 2008
Celina na tradicional enrolação para dormir. Vem e vai para o quarto mil vezes.
Numa dessas, pede minha ajuda:
- Mamãe, tem uma sujeirinha na minha orelha que eu não consigo tirar. Eu tirei do outro lado, mas essa não quer sair.
Fui ver o que era, peguei um cotonete e comecei a puxar a tal sujeirinha.
Estava bem lá dentro. Consegui trazer um pouco mais prá frente, e percebi que tinha perninhas. Um carrapato! Peguei uma pinça, estava grudado mesmo.
Coisas da roça.
No sábado fomos ao churrasco de contraternização do meu departamento.
Só eu, Matheus e Celina. Foi num sítio, onde acho que Celina pegou o carrapato.
Bom sair para passear, mas seria melhor se o Marcelo pudesse ir junto...


Postado por: An 6:37 PM |
Segunda-feira, Dezembro 01, 2008
Eu estava irritada.
Fui à sorveteria.
Comi uma banana split.
Não estou mais irritada.

Postado por: An 9:56 PM |
Domingo, Novembro 30, 2008
Hoje estou irritada.
Irritada. Irritada.
Queria um pote de sorvete.
Queria comer chocolate.
Uma massagem bem gostosa.
Queria sair correndo.
Fugir para longe daqui.

Tá tudo bom, são só estas minhocas, insuportáveis minhocas que incomodam meus pensamentos

Postado por: An 9:45 PM |
Sexta-feira, Novembro 28, 2008
Economia
Nesta idade, o bebê faz cocô quase a cada mamada. Se não é cocô, é um monte de xixi.
Portanto, as trocas de fralda são frequentes. Troco em média 6 fraldas durante o dia. Comecei com a Johnsons, Pompom e Mônica. Mas encontrei nas americanas a irresistível oferta de fralda do Cocoricó por R$ 4,99 o pacote com 32 fraldas P. Por esta mesma quantia pago R$ 14,00 na Mônica, se encontrar preço bom. A Cocoricó é basiquinha, mas para quem troca toda hora, não acho necessário mega gel, total confort, e fitas perfect adjust. Voltei nas americanas para comprar mais e achei a fralda do Seninha por R$ 2,99 o pacote. Muito barato! Exageradamente barato. Uso esta fralda durante o dia e à noite da Mônica.
Pelas minhas contas, economizo no mínimo R$ 60 por mês com essa troca de marca de fralda.

Postado por: An 11:19 AM |
Terça-feira, Novembro 25, 2008

Postado por: An 7:12 PM |
Segunda-feira, Novembro 24, 2008
Eu tenho um Ford Ka.
Amo, adoro, salve, salve.
Não dou, não troco, não vendo.
Mas o carrinho do Matheus não cabe no porta malas.
Nem o carrinho do Matheus, nem nenhum outro carrinho.
Já procurei por aí, e os menores que encontrei ainda são grandes demais.
Ó vida, ó sorte, ó azar.

E ontem fomos ao Sítio do Pica pau amarelo. Celina estava com saudades da Emília. Abraços de antigas amigas. Celina se divertiu muito, mesmo sem ver o teatrinho. Matheus só dormiu e eu fiquei feliz em saber que eles tem carrinhos de bebe para emprestar no parque. Legal, né? E pensar que tem shopping que não empresta carrinho... Um parque da prefeitura! Muito legal, mesmo.
Muito bom quando se emprega o dinheiro dos impostos de maneira que volta prá gente, em serviço.

Meu Matheus cresceu e engordou exageradamente. Não há problema nenhum, pois ele está só no peito. Já pesa 4 kg e mede 53 cm.
Grandão, meu menininho.E está tão gostoso, tão bonitinho. Não vejo a hora de ganhar sorrisos.
Falta muito?


Postado por: An 4:21 PM |
Segunda-feira, Novembro 10, 2008
E não é que eu estava precisando mesmo dormir um pouquinho, prá melhorar meu humor?
Matheus vem colaborando, e já são 2 noites de inacreditáveis 5 ou 6 horas seguidas.
Uma maravilha! E meu relacionamento com Celina fica bem melhor.
Ir para a casa dos meus pais foi ótimo.
Celina curtiu as primas, matou as saudades, se esbaldou.
Eu também matei as saudades, dividi os cuidados com Celina e Matheus com outras pessoas, conversei, saí de casa. Muito bom!
Não posso dizer que descansei... Na verdade, fiquei até um pouco mais cansadinha, fisicamente. Mas a cabeça descansou, e isso muitas vezes importa mais que descansar o corpo.
Acho que semana que vem volto lá.

Postado por: An 3:52 PM |
Sexta-feira, Novembro 07, 2008
1 mês
Passou rápido demais. Aquele bebezinho pequeno, magrinho, frágil, já não existe mais.
Em um mês ele se transformou num bebê gordinho, cresceu, ficou com carinha de menino.
Sempre topa um mamazinho, não é de chorar, só reclama quando quer fazer cocô e não consegue facilmente.
Dorme bem à noite, mas gosta de ficar acordado no colinho entre 7 e 10 da noite.
No resto do dia tira bons cochilos, ou então fica de boa no carrinho.
Seus olhos ainda estão azuis, mas assim também eram os olhinhos de Celina, que hoje são castanhos.
E ela, ganhou hoje o primeiro sorriso do irmão. Nada mais justo, pois ela é a maior paparicadora da casa.
Ele sabe que dali vem muito amor, e retribuiu o carinho.

E eu...
Estou cansada, dormindo bem menos do que gostaria. Com isso, ando muito impaciente com a Celina. E ela tem aquele pique de criança agitada, quer atenção o tempo todo, fala, fala, fala... E eu só quero ficar quieta um pouco. Acabo não lhe dando a devida atenção, brigando por bobeira, saindo do sério. Mas sei que quando puder dormir um pouco mais vou melhorar. Falta de sono acaba com o meu humor. Sobra para os mais próximos.


Amanhã vou prá São José. Estou meio apreensiva com a viagem, com duas crianças, minha mãe de cama...
Mas tudo vai dar certo. E eu vou passar o domingo em companhia de meus pais. Òtimo, pois tenho sofrido de solidão de domingo. Espero que Celina colabore e não apronte muito por lá, para podermos todos aproveitar o passeio.

E que mais passeios venham!

Postado por: An 10:59 PM |
Terça-feira, Novembro 04, 2008
Eu gostaria de participar algum dia de um casamento nos Estados Unidos, como nos filmes, com direito a jantar para ensaio, juramento e a festa, onde os noivos se sentam no centro do salão e os padrinhos fazem discurso.
E gostaria de morar um tempo em Paris, estudando francês, freqüentando cafés e fazendo todos os passeios turísticos.
Acho que estas são duas coisas que nunca vou fazer.
Mas vai saber o que me reserva o futuro?
Tudo aquilo que quero muito, acabo conquistando.
Lembro-me de quando ainda namorava o Marcelo e pegava o ônibus da empresa que ia até Lorena. Eu passava em frente a um condomínio maravilhoso e sempre pensava o quanto seria legal se eu morasse ali. Nem imaginava que eu iria morar não ali, mas bem pertinho, no condomínio vizinho, que na verdade é mais bonito e charmoso.
E depois quando deixava Celina na escola e passava perto dos prédios vizinhos ao túnel, e pensava o quanto seria bom morar tão pertinho de tudo. E eis-me aqui, no prédio vizinho ao túnel, escrevendo este post.
Quis ter um posto de gasolina. E tive, por poucos meses, mas tive.
Quis ter um restaurante. E tenho.
Portanto meus sonhos não são impossíveis, não é mesmo?
E não me importo se não se realizarem. Sou tão feliz com o que tenho hoje. Minha família, meus filhos, meu trabalho, minha casa. E meus sonhos...

Postado por: An 6:09 PM |
Domingo, Novembro 02, 2008
Receita de bolo sem leite
Bater no liquidificador 1 copo de óleo, 3 ovos, 2 xícaras de açúcar, 2 laranjas com casca, sem o miolo e sementes.
Depois mistura na bacia 3 xícaras de farinha de trigo e uma colher de sopa de pó royal.
Forno e pronto.

Trem
Adoro o som de trem. O apito, o som metálico, sua lentidão.
Moro bem perto de uma linha de trem. Passam muitos trens, o dia inteiro, a noite inteira. É um prazer poder ouvi-los. Sair na janela e poder apreciá-los. São tão bonitos, calmos, ritmados. Passam anunciando que todos devem sair do caminho. Passam sem pressa, como dias do passado.
E a prefeitura tem projeto para tirar a linha de dentro da cidade. Mas isso é só mais prá frente, ainda vai demorar. Enquanto eu estiver morando aqui, meus trens ainda estarão comigo.


Postado por: An 4:40 PM |
Sábado, Novembro 01, 2008
Gostosuras ou travessuras
No começo da semana pregaram um aviso no espelho do elevador que as crianças se reuniriam para comemorar o dia das bruxas. Elas chegaram em casa enquanto Celina jantava. Depois da refeição, com Matheus dormindo no carrinho, pus a fantasia de bruxinha em Celina e fomos em alguns andares pedir gostosuras. Celina encheu sua sacolinha com doces, chocolates e balinhas. E ela fez o maior sucesso, toda bonitinha, fantasiada.
Os vizinhos a chamavam para entrar, para tirar foto, uma delícia.
Este foi o primeiro ano que Celina participa. Nos anteriores ela dormiu tão cedo, que nem chegou a ver as bruxinhas.
Ano que vem será um casal de bruxinhos.
Lindos!

Postado por: An 6:01 PM |
Domingo, Outubro 26, 2008
Matheus mamão self arrotator
Seu bebê não arrota?
Você dá tapinhas em suas costas por 20 minutos e ele não consegue arrotar?
Ele solta queijinhos, depois que é colocado no berço?
Seus problemas acabaram.
Chegou "Matheus mamão self arrotator".
O bebê que vai arrotando enquanto mama, larga o peito depois que satisfeito e ainda solta um arrotão, antes de ser colocado de pé.
Não precisa mais se preocupar com queijinhos, leite derramado ou afins.
Matheus mamão self arrotator, a solução para os seus problemas.

Postado por: An 6:40 PM |
11 da noite.
Meus dois filhos já dormindo. Vou até o quarto dar uma última olhadinha. Tudo certo. Faço um carinho no Matheus. Dou um beijinho na Celina.
Dá um orgulho danado, olhar meus dois filhotes.
Felicidade.

E ontem nós três fomos lá embaixo, para Celina brincar com a criançada. O Marcelo chegou e quando subimos, encontramos dois presentes na cama de Celina. Era uma caneca e uma almofada do Timão. Pois é, minha filhota acompanha a família, super torcedora do Corinthians. E eu não sabia, mas ontem foi um dia especial para o Timão.
E Celina pediu: - Papai, você pode comprar outra almofada?
- Outra almofada? Prá que, Filhota?
- Para o Matheus, papai!

Eta amor!

Ah! E hoje era a data certa para o Matheus nascer.

Postado por: An 12:18 PM |
Quinta-feira, Outubro 23, 2008
Existe uma propaganda, do Senac, eu acho, que diz quantas coisas irão mudar em 4 anos.
Nestes 4 anos de intervalo entre os meus filhos, três coisas mudaram, e estão fazendo muita diferença.
A primeira, acho que eu fui agente da mudança. Celina nasceu pequenina, e eu achava um absurdo o tamanho das fraldas P, que ficavam sobrando no bumbunzinho dela. Liguei para Pampers, Johnsons, Turma da Mônica, reclamando e pedindo que fizessem fraldas para prematuros.
E não é que agora existe as mini-fraldas? São tão bonitinhas. E cabem tão certinho.
A segunda, são as conchinhas para proteção dos seios. Que invenção maravilhosa! Além de proteger e fortalecer os seios, elas armazenam o leite que vaza. Não suja a roupa e ainda dá para guardar o excesso.
E a terceira, é uma mamadeira com colher na ponta. Já comprei uma, e estou guardando leite para testá-la. O leite cai na colherinha sem exagero. Vamos ver se o Matheus vai gostar...

Mas tem algumas "modernidades" que não me adaptei. Não gosto de usar body em recém-nascido. Prefiro os ultrapassados conjuntinhos pagão. Celina usou e Matheus também usa. São super fora de moda, mas acho tão mais práticos e fáceis de vestir em bebês pequenos e molinhos.
E pomada contra assadura, continuo usando Hipoglós. Tem cheiro ruim, gruda na pele, mas para proteção, não há nada igual. O bebê fica sempre com a pele boa, mesmo se ficar fraldinha suja, por algum tempinho.

Bem, acabou meu momento "garota propaganda", hehehe.

Postado por: An 1:33 PM |
Terça-feira, Outubro 21, 2008
2 semanas de Matheus
E tirei os pontos hoje. Eu engordei apenas 6 quilos nesta gravidez, e já perdi os 6 quilos mais um grama. Tá certo que eu estava acima do peso quando iniciei o pré-natal, mas é tão bom saber que já perdi 6,1 quilos em 14 dias...
Falta só perder uns 12 quilos, para eu ficar satisfeita.
Mas ginástica só está liberada após a quarentena, para a minha infelicidade.
E hoje Matheus começou a tomar banho de sol. Só nas perninhas, pois estava um ventinho meio chato. Celina foi junto. Ela faltou na escola ontem e hoje, pois está com a bronquite atacadíssima. Muito chato estes probleminhas respiratórios de filhota. Tá aqui na sala, fazendo inalação e vendo desenho. Acabou de receber duas visitinhas, que estão ali sentadinhas, aguardando o final da inalação para brincar com Celina.
Como criança faz amizade fácil, né? Eu acho tão difícil, sou tão envergonhada.
E para crinança, somente um sorriso já é suficiente para se tornarem melhores amigas.
Certas elas, né?

Postado por: An 5:37 PM |
Segunda-feira, Outubro 20, 2008
Esta é Celina bebezinha:




E este é o Matheus:




Não parece um Déjà Vu?

Ah, o cobertor e o carrinho são os mesmos.

E não é que o amor se multiplica? Matheus completa amanhã duas semanas de vida. Já é um rapaz sem umbigo, já cresceu bastante, engordou, e faz parte das nossas vidas, com uma naturalidade que só sendo mãe para entender. Seus sons, seu cheirinho, suas caretas. Tudo me faz feliz.
Até mesmo a braveza, quando quer mamar.
E é tão melhor passar por isso tendo a companhia da Celina. É tão mais divertido. Ontem, enquanto ela mamava no quarto, fui trocar a fralda do mocinho, que acordou com fome. Ele começou a chorar tão, mas tão bravo. Berrava tanto, com tanta força, que eu olhei prá Celina e comecei a rir. Ela também ria. Cumplicidade.
E o Matheus ganha com isso. Não me estressei com a gritaria. Mãe estressada passa o stress pro bebê. Por isso Matheus é calminho. Celina ri, me descontrai, eu rio.
Ser mãe de dois é bem melhor...

Postado por: An 8:20 PM |
Domingo, Outubro 19, 2008
Como está sendo
Tranquilo.
É assim que está sendo. Matheus é um bebê que mama, faz cocô e dorme. Chora pouco, é gente boa, mama direitinho, com apetite. Em seus 10 dias de vida foi à pediatra, cresceu 3 cm e recuperou o peso. Segundo Dra., normal seria engordar de 25 a 30 gramas por dia. Meu bezerrinho engordou 40 g. por dia. Com isso, fomos dispensados da tortura de mamar de 3 em 3 horas, inclusive na madrugada. O que significa que não preciso mais ficar pondo relógio para me acordar e o que é pior, atrapalhar o soninho gostoso do nenê.
No primeiro dia de noite livre, dei a última mamada meia noite e ele só acordou às 6! Depois ainda dormiu mais um soninho até às 9h. Desta maneira, é possível ficar bem descansada... Durante o dia ainda tenho que manter as mamadas de 3 em 3, mesmo que ele esteja dormindo. Mas aí tudo bem, pois eu também não consigo dormir de dia.
Celina está com um ciuminho leve. Nada contra o irmão, que ela trata com todo o carinho e amor do mundo. Ela está assim: é só chegar visita em casa que ela fica gritando, querendo chamar a atenção e falando como bebê. E está bem desobediente, fica dizendo que quem manda nela é ela mesma. Muito contraditório. Ela se diz grande e se comporta feito bebezinha. Mas isso passa. Ela é uma ótima filha, muito carinhosa.
Eles dividem o mesmo quarto, o que significa que quando Matheus acorda de madrugada e apronta choradeira na troca da fralda, Celina acaba acordando também. E quem diz que reclama? Ela, pelo contrário, pede para que eu deixe-o um pouquinho em sua cama, para ficar do seu ladinho, pois ela está com saudades. E é tão lindo. Matheus está chorando, com fome, mas é só colocá-lo ao seu lado, que ele se vira, abre os olhinhos, olha para a irmã e fica quietinho.
Acho que ele sente o amor que vem da pequena, e se aconchega ali, se acalma.
Matheus tem um olhar profundo. Ele olha bem dentro dos olhos, com uma maturidade e segurança, de garoto grande. Pode parecer precipitado eu estar escrevendo isso, mas não me engano com o olhar das pessoas. Nem mesmo com o olhar das pessoinhas. Matheus é profundo, sereno, seguro.
Um homenzinho.
E eu só tenho motivos para ser feliz. Mas, apesar disso tudo, passei por uns momentos de depressão. Nada grave, um leve blues, que já foi controlado com homeopatia e terapia. Sexta-feira voltei à minha psicóloga. Estava me sentindo culpada, por não poder ter minha rotina com Celina, nossos passeios, nossa vidinha à duas... Além disso, sinto-me um pouco só, e estranho ficar em casa tanto tempo. Mas principalmente, o que sinto são as mudanças hormonais. Sou muito sensível. Fiquei assim quando Celina nasceu, quando perdi o bebê e agora. Não perdi tempo, fui logo me cuidar, pois depressão é bola de neve. Se deixarmos, os pensamentos negros viram tempestade. Acelerei a chuva e o que houve foi apenas uma pequena garoa.
Dias de sol estão para brilhar.

Postado por: An 2:55 PM |
Domingo, Outubro 12, 2008
.
Postado por: An 3:10 PM |
Sábado, Outubro 11, 2008
Como foi

No sábado senti bastante dor. E fiquei assim também no domingo. Achei que eram gases.
Como tinha consulta na terça, nem liguei para a médica. Acordei super inchada na segunda e resolvi pedir que minha médica me colocasse de licença. Por isso, não fui cedo trabalhar, fiquei aqui descansando. Na hora do almoço fomos ao shopping, e no carro senti dores ainda piores. Chegando ali avisei o Marcelo que não conseguiria voltar dirigindo, que era prá ele nos levar prá casa e de lá para a consulta.
E lá fomos nós.
Reclamei das dores e ela concordou em me por de licença. No exame, disse que o que tinha não eram gases, e sim contrações. Minha pressão estava alta e ela já foi avisando: é hoje. Enquanto me pesava ela já foi verificar a agenda e, de novo, o susto: é agora!
Só viemos aqui prá casa pegar as malas, e de lá para o hospital. Foi tudo tão, mas tão rápido.
Cheguei no hospital umas 15:30, enquanto o Marcelo dava entrada fui para o quarto, colocar sonda e me preparar.
Já avisaram que seria às 16:00.
Pontualmente fui para o centro cirúrgico, e o anestesista veio falar comigo. A Dra. Neice chegou. Ela é a ex-pediatra de Celina, que eu adoro, e só abandonei por preferir o tratamento com homeopatia. Logo depois chegou minha gineco, Eu, para me manter calma, fiz uma entrevista com o anestesista. Logo o Marcelo chegou, ficou do meu lado. 16:45 Matheus chorou. Dra. Neice foi uma graça e o trouxe para eu dar beijinhos.
Ele nasceu tão pequeno. Eu achava que ele vinha maiorzinho, mas não tem problema. Do jeito que ele mama, logo logo vai crescer e engordar.
Minha recuperação da cesárea foi novamente ótima.
É claro que ainda tenho algumas dores, mas tudo normal.
A amamentação também corre bem. Meu peito machucou, mas agora já está bom. Comprei umas conchas, que protegem do atrito com a roupa.
Mas isso tudo já faz parte do post "Como está sendo", que vou escrever quando estiver um pouco mais descansada.

Postado por: An 7:01 PM |
Sexta-feira, Outubro 10, 2008
Matheus nasceu!
Data: 7/10/2008
Parto: Cesárea
Peso: 2,650
Tamanho: 45 cm
Já estamos em casa, felizes e saudáveis.

Tão pequenininho... Tão bonitinho... Tão bonzinho...
E eu estou vivendo uma sensação de Deja vù.
Ele é identico à Celina. E fica encolhidinho do mesmo jeito.
Mas ele é bem mais comilão. Acorda feito reloginho, de 3 em 3 horas. Nem quer saber de mamar se não troca a fralda, mesmo que ela esteja seca. Já descobri que não preciso trocar a fralda, só fingir que estou trocando, se estiver sequinha.
Briga com meu peito, chora, fica bravo, parece que a cada mamada é a primeira mamada. Mas depois que pega, vai que é uma beleza.
Estou perdida, não tenho certeza se estou limpando o peru direitinho. A fralda fica com um vermelhinho, parece sangue, bem no lugar do peru.
Hoje vou dar o primeiro banho. Ai que medo! Parece que nunca tive filho.
Até amamentar tive que reaprender.
Mas estou bem mais tranquila, segura. Podendo curtir muito mais.
Celina está toda apaixonada pelo irmão. Quer fazer carinho, dar beijinho, o tempo todo.
Uma grande amizade está por vir.
Bem, deixe-me ir tomar um banho, pois daqui a pouco meu Sr. Gente Boa acorda, querendo mamar.
Bjs.

Postado por: An 12:13 PM |
Domingo, Outubro 05, 2008
37 semanas
E estou mesmo na reta final. Ontem quis dedicar meu dia à Celina. Afinal, não sei se ela ainda irá comemorar o dia das crianças como filha única ou como irmã mais velha. Então ontem foi seu dia.
Fomos ao Mercado Municipal. Celina ainda não conhecia este Mercado e ficou encantada. Compramos morango, pêssego e jabuticaba. Comemos melancia e tomamos água de coco. Deu ainda prá comprar seu presente de dia das crianças. Imagina só, eu e ela na loja e eu cochichando com o vendedor, prá ela não perceber que estava comprando o presente que queria.
Ela pediu Moon Sand, e tem uma loja perto do Mercado com o preço muito bom, melhor ainda que a internet.
Depois fomos ao shopping, almoçar, brincar, e para completar fomos ao cinema.
Tudo lindo e maravilhoso, exceto por ter ficado super inchada, pés e mãos.
E pior que hoje ainda acordei assim.
Tenho consulta na terça-feira e estou considerando sair em licença maternidade.
Trabalhar deste jeito vai ficar muito difícil, e se o Matheus resolver nascer de repente, vou estar cansada demais...
Well, vamos ver o que Dra. Eulália acha.
Celina nasceu exatamente com este tempo de gestação.
Parece que Matheus anda querendo nascer também...
Tempo de espera...

Postado por: An 1:23 PM |
Quarta-feira, Outubro 01, 2008
Quando estudava Fernando Pessoa, me indignava o fato dele ter morrido.
Escrevi até um poeminha sobre isso. Fraquinho, fraquinho.
Existem tantos outros que gostaria que ainda estivessem por aqui.
Mario Quintana, Paulo Leminsk, Cassia Eller, Freddie Mercury.



Postado por: An 11:39 AM |
Então a situação é a seguinte:
Matheus está com 2,5 kg. Útero com 34 cm de altura. Tudo certo, podendo nascer a qualquer momento, ou só mesmo com as 40 semanas.
Eu estou com diabetes controlada. Conjutivite também já tratada, que me rendeu 3 dias de molho em casa (Ueba!). Asia, muita asia.
Eu janto no máximo as 19:00, para não passar mal. Mas não tem jeito. Lá pelas dez, meu estomago, que encontra-se esmagado entre os peitões e o nenê, entra em erupção. Pega fogo. Eu começo a salivar, como se tivesse um galão de água com a torneira aberta pingando em minha boca. E de repente sobe um líquido azedo, doído, desagradável. Eu fico com vontade de arrotar, de vomitar, de me esticar, para conseguir mais espaço dentro de mim mesma. Não dá para ficar deitada, pois o incômodo fica pior. Então me sento, e fico neste pesadelo até meia noite, quando o vulcão resolve dar uma acalmada.
Acho que vou mudar o nome, de Matheus para Vesúvio. Que tal?

Hoje tive consulta com a obstetra. A partir de agora, as visitas serão semanais. Ela acha que o bebê está grandão, e pelo menos maior que Celina ele já está. Ela nasceu de 37 semanas com 2,4 kg. Que bom, um nenê maiorzinho não irá me deixar tão apavorada.
Depois da consulta vim aqui em casa, e peguei uma Celina toda cor de rosa, prontinha para a aula de Jazz. Ela ficou toda orgulhosa, que era eu que ia levá-la ao Jazz. E que alegria ao chegar lá. Levei a máquina, tirei fotografia dela sozinha e de sua turminha. Todas lindas, com pose de bailariana. Aproveitei para saber com a professora quando será a apresentação: final de novembro. É filhota, quem fica mesmo orgulhosa sou eu!

E a crise financeira? O Marcelo fica "catastroficando" o futuro, mas eu estou tentando não me preocupar. O que eu posso fazer? Nadica de nada. Não planejo comprar nada caro, trocar de carro, me endividar. Para ele, que é comerciante, é mais complicado. Mas diante de tudo que passei este ano, com o câncer de minha mãe, seu derrame, as sequelas... Crise financeira não está me assustando muito, não. E que Deus ajude a todos, para que não se torne algo tão trágico e demorado.

Postado por: An 11:08 AM |
Domingo, Setembro 28, 2008
36 semanas
Mais um pouquinho e Matheus estará por aqui.
Eu estou cansadinha. Passei um final de semana bem ruizinho. Acho que estou com conjutivite, mas nem fui ao medico, pois prefiro ir ao oftalmo, a consultar no plantão com um geral. Amanhã descubro o que há com meus olhinhos.
Celina está uma belezinha. Tão carinhosa comigo e com o irmão na barriga. Acho que ela vai ser uma mão direita.
Tão bonitinho esse amor de irmão.

Postado por: An 7:14 PM |
Quinta-feira, Setembro 25, 2008
E hoje foi dia de ultrasson.
Estou com 35 semanas, quase 36. Nenê entre 2,4 e 2,6 kg. Tudo normal, todo certo.
Dr. acha que ele ainda fica uns bons dias na barriga.
Diz que menino tem mais preguiça de sair que menina.
Eu fui também à homeopata hoje. Perdi mais um kg. Até agora, so engordei 6.
E ando com tanta azia, tanto mal estar. Pensar que ainda tem um mês pela frente...
Ai meu Deus!
Pelo menos hoje consegui achar uma malinha que me agradou para levar à maternidade.
Já posso arrumar a malinha, mas descobri que tenho poucos macacões. Preciso comprar mais.

Puxa, que post mais chato. Deixa eu ir ali, que estou precisando descansar...
Bjs.

Postado por: An 8:57 PM |



home

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com